7 de ago de 2011

Ossãe
“O Senhor da Folhas”

O ALQUIMISTA DAS PLANTAS


Ossãe é um Orixá masculino de origem nagô (iorubá) que, como Oxóssi, habita a floresta. Sua principal ligação é com as folhas e todos os tipos de vegetais. Ele conserva o segredo da cura através das plantas, seja de forma mágica ou medicinal. É o protetor das plantas,  e tem um mistério em torno de si; é reservado e transmite somente para seus iniciados toda a magia de sua medicina. Existem dúvidas sobre o sexo deste Orixá - uns afirmam que ele é andrógino, outros dizem que não, que ele é masculino, outros dizem que é feminino. Sua vida é estudar as ervas, as folhas e suas alquimias estranhas, mas necessárias ao ser humano. Dizem que Ossãe tem uma perna só e que gosta de se esconder nos bambuzais. Não pode ser visto, pois apresenta-se coberto de folhas, que ocultam o seu rosto. Ele porta uma cabaça, que contém os remédios que prepara. Seu instrumento é uma haste metálica de sete pontas, com um pombo no centro. Nada no ritual dos Orixás pode ser feito sem o auxílio de Ossãe, que é o detentor do axé (força, poder, mistério das folhas sagradas). Ossãe é o médico da natureza,  o pai da Homeopatia e exige respeito em seus domínios. O forte sumo verde escuro extraído das ervas,  é considerado o sangue das folhas. Ele vive na floresta, sozinho; é ligado aos pássaros e à preservação da natureza. Os sacerdotes invocam por Ossãe na hora da colheita das ervas cultivadas, pois é dele a capacidade de transmitir os poderes às plantas medicinais, que sem sua magia são apenas plantas comuns. Para entrar na floresta e recolher as plantas e folhas para o culto, o iniciado deve observar algumas proibições, como: sexo e bebida alcoólica. Deve também deixar uma clareira de oferendas que agradam o Orixá, como mel, moedas e fumo.
Sua dança mítica está relacionada a procura das folhas num ritmo rápido, alegre e saltitante. Ossãe zela pela saúde e pela religião; sua presença é indispensável à realização de qualquer festa ou cerimonia.
Do mesmo modo como no oráculo de Ifá, os signos geomânticos (ODU) são organizados dentro de um sistema classificatório; no culto a Ossãe, os vegetais, também, estão inseridos nesse sistema.

"Kosi ewé kosi òrisà" ou "sem folha não há Orixá. A afirmação é do povo do santo. Mas porquê?  O culto aos Orixás, 'donos das cabeças' de milhões de africanos que vieram para o Brasil como escravos, diviniza a natureza. Um grande desafio à sobrevivência das etnias que foram trazidas e escravizadas,  foi dominar o conhecimento de um universo botânico vasto e ignorado, para que sobrevivessem com seus deuses. 
Os jejês-nagôs criaram sua própria classificação do patrimônio genético brasileiro; para cientistas, esse processo se deu por analogias com a botânica africana. 
Nas casas de culto, o apanhador de ervas tem o nome de "mão de Ofá". Ossãin irá guia-lo  na floresta, indicando qual a planta adequada e onde ela está. Ele  tem o conhecimento das luas e dos horários para a colheita das ervas, o que é essencial para se obter o resultado desejado. A folha é chamada de "ewê" e o mato é chamado de "macaia".
Os povos jejê-nagô adotaram a relação cosmológica folha/orixá como base classificadora. As folhas passaram a ser divididas em folhas de ar ou vento, ewé afééfé; folhas de fogo, ewé inón; folhas da água, ewé omi, e as folhas da terra ou floresta, ewé ilé ou igbó. Esses elementos estão relacionados aos deuses: Exu e Xangô, por exemplo pertence ao Fogo, enquanto Ogum, Oxóssi, Ossãe, e Obaluaê, à Terra. Já Iemanjá, Oxum, Obá, Nanã e Yewá são elemento Água. Oxalá e Iansã (Oyá) pertence ao elemento Ar.
No sistema de classificação dos vegetais, a condição para que uma folha seja masculina ou feminina é o seu formato, pois na concepção jejê-nagô, a forma fálica (alongada) caracteriza o elemento masculino, em contrapartida, a forma uterina (arredondada) determina o elemento feminino.


SÃO BENEDITO
SINCRETISMO CATÓLICO
Ossãe está sincretizado com São Benedito e sua festividade é no dia 5 de Outubro.
Dia da semana: Terça-feira/quinta-feira
Cores: verde (transformação, matas) e branco (paz, medicina)
Elemento:  Terra
Instrumento: Haste de sete pontas, com um pombo no centro.
Saudação: Eu, eu assá!( "Luz Divina")
Ossãe está presente no grito dos Ecologistas, na menor das folhas, na maior das árvores, nos cheiros, nas essências e nos florais. Quanto mais densa é a mata mais se faz notar sua presença.







LOCAL DE DOMÍNIO - FLORESTAS VIRGENS 
O MITO - AS FOLHAS SAGRADAS
Ossãe recebeu os segredos das folhas. Sendo o dono exclusivo da liturgia das folhas, ele mantinha o segredo sobre elas e não ensinava nada a ninguém. Xangô, não conformado com o conhecimento de Ossãe, queixou-se a Iansã, de que era injusto somente Ossãe ser o detentor desse poder, e que os outros deuses não possuíam esse axé tão poderoso. Enfurecida ela levantou sua saia e anáguas agitou-as fortemente. O vento, elemento que Iansã domina, formou-se violentamente em direção onde Ossãe guardava seus segredos. Ele mantinha pendurado em uma árvore uma cabaça repleta de folhas, que caiu e espatifou-se ao chão. Ossãin não teve tempo para recolhê-las, só conseguiu exclamar tristemente "Ewé O! Ewé O!" (Oh! as folhas! Oh! as folhas!), mas não conseguiu impedir que Xangô, Iansã e outros deuses do panteão repartissem entre si as folhas de Ossãe. Mas fica aqui registrado que eles ficaram com as folhas, mas os segredos  ainda pertencem a Ossãe, que ao ser chamado nos rituais litúrgicos ensina como lidar com as folhas sagradas.


ARQUÉTIPO DOS FILHOS DE OSSÃE
Os filhos de Ossãe apresentam um temperamento pacífico, são orgulhosos, bem humorados, alegres, humildes, de natureza tímida e calma. Não gostam de pedir ajuda aos outros e nunca se envolve com más companhias. Ele é interessado pela limpeza e pela ordem, armazena dados e analisa as situações. Embora seja inclinado a se preocupar com a sobrevivência dos animais, a flora e a natureza em si, fará tudo o que puder para conscientizar as pessoas sobre a vida na terra. É um verdadeiro preservador da vida e seu lema é:"harmonizar e trazer paz para o mundo". São práticos e objetivos em seus intuitos. Adora se envolver em pesquisas, é bastante crítico e detalhista. Um pouco retraídos, amáveis, de sentimentos delicados e justos. Dotado de sorte e positivismo e jovialidade, encoraja as pessoas a se interessarem por seus ideais. Apresenta forte tendência a desprender-se da família desde cedo.
A independência do pensamento do filho de Ossãin está ligada a uma atitude reservada e fria, baseada numa lógica toda pessoal. A intolerância, o egoísmo e o preconceito são os resultados negativos desse excesso de racionalismo.
" Salve o grande médico dos Orixás".

6 comentários:

  1. Amei todo este esclarecimento. Vim através da pesquisa de um nome que apareceu em um sonho que tive. Também aparecia uma figura coberta de folhas e eu não podia ver seu corpo e rosto. Ossãin era o nome. Estou impressionada com adescrição quase literal do personagem do meu sonho. Acho que já entendi a mensagem. Obrigada. Gostei muito do blog. Pretendo visitá-lo mais vezes. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu é que agradeço por sua atenção por ter gostado! Muito axé para você! Um abraço...

      Excluir
    2. Olá, sou estudante de medicina e o nome "OSSAIN" entrou em minha vida por um desses acasos que acontecem com a gente. Guardei-o na cabeça para saber do que se tratava, pois o li em um lugar que representava MUITO para mim. Quando descobri, me impressionei com o significado que ele traz pra mim, especialmente pela parte da medicina. Obrigado.

      Excluir
  2. adorei sou filha de ossaim e tudo esta bem espricado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo elogio, procuro fazer o melhor possível. Grande abraço.

      Excluir
  3. Tinham me dito que Ossain era o mais malvado dos orixás, e que, por isso, seu nome não deveria ser pronunciado dentro de casa. Engano, Engano....

    ResponderExcluir

ESPERO QUE TENHA GOSTADO DAS INFORMAÇÕES DO BLOG, ENTÃO DEIXE O SEU COMENTÁRIO E MUITO AXÉ.