18 de dez de 2009

Oranian
(Òrànmíyán) -“Rei de Ifé”

ORIXÁ DAS PROFUNDEZAS DA TERRA - O MITO
Entre os muitos filhos de Odudua, o Rei fundador de Ifé, Ogum era o mais velho, mais forte, mais guerreiro e inteligente de todos. O maior sonho de Ogum era subir ao trono e transformar o povo de sua nação na maior do mundo. Certo dia, uma desgraça se abateu sobre o Rei Odudua. Ele havia ficado cego e depois de muitas consultas ao babalaô real, foi dito ao Rei, que voltaria a enxergar sim, mas demoraria muito. O Rei Odudua então resolveu que Ogum ficaria regente do trono enquanto aguardava seu restabelecimanto. Ogum só fazia o que o pai ordenasse, mas um dia reuniu seus ministros e partiu para a guerra sem que Odudua soubesse. Tempos depois voltou vitorioso e trouxe muitos escravos. No meio desses escravos, havia uma bela jovem de cabelos trançados e olhos rasgados de nome Lakanjê, Ogum apaixonou-se por ela, mas não poderia se casar, porque era um príncipe e ela  uma escrava. Então Ogum passou a viver em segredo com Lakanjê. O tempo foi passando e um certo dia, para a surpresa de todos, a visão do Rei voltou. Com tanta alegria, o Rei deu uma festa e convidou todo o mundo. Lakanjê também foi, mas quando Odudua a viu, ficou apaixonado por ela e casou com a moça, deixando Ogum muito infeliz, pois não podia contar o seu segredo ao pai. Depois do casamento, Lakanjê teve um filho, mas, para a surpresa de todos, a criança tinha o corpo dividido em duas cores da cabeça aos pés. A parte bem escura, era da cor de Ogum e mulato claro era a cor de Odudua. Por isso Oranian passou a ser considerado filho de dois pais. Quando Odudua soube, ficou muito zangado. Após algum tempo, Odudua acabou perdoando e anos mais tarde, veio a falecer, deixando seu trono para Ogum. Oranian cresceu e tornou-se um belo jovem, forte e inteligente, que adorava caçar, fazer armadilhas e sondar os animais das florestas. Tinha como seu maior sonho, fundar sua própria nação, ter o próprio povo e seu palácio. Com a ajuda de alguns amigos, começou a conquistar pequenas aldeias...Só que em vez de fazer mal aos vencidos, os tratava bem e conquistou muitos aliados, formando assim o Reino de Oyó.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESPERO QUE TENHA GOSTADO DAS INFORMAÇÕES DO BLOG, ENTÃO DEIXE O SEU COMENTÁRIO E MUITO AXÉ.